Lambayeque Principais Atrações Turísticas

A Catedral da Cidade de Chiclayo


É de estilo neoclássico e data do ano 1869. Apresenta uma portada de dois corpos sostida por colunas dóricas que se antepoem aos três arcos da entrada. Nesta igreja, conformada por três naves, destaca a imagem talhada em madeira, do Cristo Pobre.

O Mercado Artesanal de Monsefú


Está situado a14 kmno sul da cidade de Chiclayo (15 minutos de ônibus). O mercado artesanal de Monsefú é reconhecido pelos seus tecidos de palha, chapéus, cestas, carteiras e alforjas de algodão e fio. Além disso, são famosos os seus bordados, nos quais se utilizam inclusive fios de ouro e prata. Ali, a gente pode adquirir delicadas servilhetas, manteis, blusas, faldas, ponchos e mantos bordados.

Eten


Situada a 22,4 km no sul da cidade de Chiclayo (25 minutos de ônibus), se encontra Eten, conhecida como a Terceira Cidade Eucarística do Mundo, que, com grande fervor religioso, celebra a Féria do Divino Menino do Milagro, recordando a sua aparição por 3 vezes na Hostia Consagrada, no 22 de julho de 1619. É a Capital Artesanal do tecido de palha macora e de primorosos bordados. As praias de Eten são de águas tranquilas e se situam a apenas 2,2 km de distancia da localidade.

Zaña


Está situada a46 kmno suleste da cidade de Chiclayo (1 hora e 30 minutos de ônibus). Em Zaña, a gente pode apreciar os restos do que foi uma cidade vice-real fundada em 1563. Em realidade, é um povoado fantasma, origem de lendas e histórias, como aquela que narra a invasão e o saqueo sofrido, das mãos do pirata Edward Davis, em 1686. Zaña foi destruída pelo fenómeno de "El Niño", em 1720. Na atualidade, só ficam os restos dos monastérios San Agustín e San Francisco, assim como o pôrtico da Igreja La Merced. Foi o berço das danças afro-americanas, como o erótico "Golpe de Tierra", tonderos e festividades.

O Complexo Arqueológico de Huaca Rajada (Senhor de Sipán)


Está situado a35 kmno suleste da cidade de Chiclayo (45 minutos de automóvel), nos limites da antiga fazenda Pomalca. Ali, em 1987, foi descoberta uma tumba, com os restos intactos dum Senhor Mochica; o Senhor de Sipán. O descobrimento permitiu apreciar o ritual de enterramento dum Governante Mochica quem estava acompanhado dum guerreiro, dum sacerdote, de duas mulheres, dum menino, dum cachorro, duma lhama e dum guardião com os pés amputados. O conteúdo funerário incluia numerosas joias de ouro e prata decoradas com turquesas e lapislázuli.
A construção ou Huaca está conformada por uma plataforma funerária e duas pirâmides truncadas de adobe, também pertencentes à cultura Mochica (Séculos I a VI d.C).

O Veraneio de Pimentel


A11 kmno oeste da cidade de Chiclayo (15 minutos de automóvel), este moderno veraneio é um lugar bom para praticar o surfe e a moto náutica. Além disso, dá para observar os pescadores, saindo no mar, nos ancestrais "cavalinhos de totora" que são balsas tradicionais utilizadas na costa norte do Perú, desde a época precolombina.

A Reserva Ecológica Chaparrí


Está situada a 95 km no sul-este da cidade de Chiclayo (1 hora e 30 minutos de automóvel), cobre um território de 34.412 hectares, e pertence à comunidade campeira Muchik Santa Catalina de Chongoyape. Trata-se da primeira área de conservação privada no Peru, cujo principal objetivo é a conservação dos bosques secos da zona, e da rica biodiversidade que albergam, assim como do establecimento de mecanismos que permitam o aproveitamento sostenível dos recursos naturais. Alberga importantes espécies em perigo de extinção, como o Urso de óculos, o Guanaco, a Pava Aliblanca e os Condores Andinos.

A Província de Ferreñafe


A cidade de Ferreñafe, situada a18 kmno nordeste da cidade de Chiclayo (20 minutos de automóvel), está povoada por agricultores dedicados ao cultivo do arroz. Destaca a antiga igreja de Santa Lucía de estilo barroco, conhecida como "Terra da dobra fé", por manter crenças católicas e ao mesmo tempo, chamânicas.

O Museu Nacional Sicán


Está situado a18 kmno norte da cidade de Chiclayo (30 minutos de automóvel). Sicán ou A Casa da Lua é um museu que alberga o produto das investigaões que, por mais de duas décadas, realizou o arqueólogo Izumi Shimada, Diretor do Projeto Arqueológico Sicán (1978). A exibição recopila os objetos achados nas excavações do sítio de Batán Grande e os mostra tais como foram usados ou fabricados. A intenção é plasmar distintos aspectos vinculados à cultura Sicán, por meio da representação de detalhes da vida doméstica, dos processos de manufatura ou das lavouras produtivas. Nas suas salas, estão reconstituídas as tumbas excavadas e exibidos os conjuntos funerários achados.
O museu oferece uma informação detalhada do processo de excavação e conservação do sítio, assim como sobre a cronologia, o desenvolvimento, as redes de intercambio, atividades econômicas, os patrões funerários e a cosmovisão da cultura Sicán ou Lambayeque.

Área Natural Protegida - Santuário Histórico Bosque de Pómac


A35 kmno norte da cidade de Chiclayo (1 hora de automóvel), encontra-se este bosque seco que, à sua vez, è um refúgio para algarrobos, aves e restos arqueológicos da cultura Sicán. Ali, a gente tem achado 20 estruturas pre incaicas, como Huaca Las Ventanas, Huaca Lucía, HuacaLa Mercedou Huaca Rodillona, entre outras. Os descobrimentos arqueológicos sorprenderam pela quantidade de objetos de ouro encontrados.
O Projeto Arqueológico Sicán situou um enterro com um valioso conteúdo funerário, formado por coroas, cintinhos, máscaras, braçaletes, colhares, armas, protetores e outros objetos de ouro, além de contas de turquesa, conchas spondylus, lapislázuli e ámbar. O bosque apresenta uma flora variada de zapotes, guarangos e algarrobos.

O Complexo Arqueológico de Batán Grande


Está situado a26 kmde Chiclayo, e abarca 13.500 hectares. Especificamente, na Huaca La Ventana, se encontrou, a fins de 1936 e princípios de 1937, uma série de objetos de ouro, entre os quais o Tumi (Faca cerimonial) de ouro e a máscara de olhos asados. Em 1991, a Tumba do Senhor de Sicán foi descoberta.

A Cidade de Lambayeque


Está situada a12 kmno nordeste da cidade de Chiclayo (10 minutos de ônibus). Conserva formosas casonas vice-reais, como a Casa Cúneo e a Casa Descalzi. Mas, a mais conhecida é a Casa da Loja Massônica que deve a sua fama à sua antiga sacada em madeira talhada, de mais de 400 anos, e de64 metrosde comprimento, pelo qual é considerada como a mais comprida do Peru. Esta casa se situa no cruce das ruas Dos de Mayo e San Martín.

A Igreja de San Pedro, em Lambayeque


Está situada a12 kmno nordeste da cidade de Chiclayo (10 minutos de ônibus), na Praça Principal (Plaza de Armas) da cidade de Lambayeque. A sua construção data do meio do século XVII, e a igreja se caracteriza pelas suas torres gêmias, três naves e a sua arqueria de meio ponto. Nas naves laterais, se apreciam altares de estilo rococó, em madeira dourada, que datam do século XVIII, e entre os quais o mais conhecido é o da Nossa Senhora das Mercedes. Detrás de alguns retablos, têm-se encontrado paredes decoradas, com pinturas murais datando do século XVII.

O Museu Nacional Tumbas Reais de Sipán


Está situado na cidade de Chiclayo, e possui uma moderna arquitetura que alberga a coleção de objetos arqueológicos de ouro, prata e cobre procedentes da Tumba do Senhor de Sipán. O museu é dirigido pelo arqueólogo Walter Alva, o pai e diretor do projeto, quem, também, foi o descobridor deste enterro, na zona arqueológica de Huaca Rajada, na localidade de Sipán. Destacam orelheiras, cêtros cerimoniais, medalhões, um pesado lingote circular de ouro maciço, narigueiras, colhares de ouro, em forma de cacahuetes e um tocado facial com olhos, yelmo e mentão de ouro.

O Museu Arqueológico Nacional Bruning


Está situado na cidade de Chiclayo, e exibe a coleção de objetos arqueológicos reunidos pelo etnógrafo Alemão Enrique Bruning. Nos seus quatro pisos, estão expostos objetos de alfareria, trabalhos téxteis, em pedra, madeira, etc., mostrando o vigoroso carácter artístico e tecnológico das culturas regionais Moche, Vicus, Chavín e Inca, durante os últimos 5.000 anos.
A "Sala de Ouro" deste museu, è uma amostra dum incalculável valor histórico, da América precolombina.

O Complexo Arqueológico de Huaca Chotuna


Está situado a12 kmno oeste da cidade de Chiclayo (15 minutos de automóvel). É um conjunto de pirâmides truncadas e recintos, que se extende sobre uma área de uns 20 hectares. Este lugar está identificado com a lenda de Naylamp e a fundação da Cultura Lambayeque. Segundo esta lenda, o próprio Naylamp ordenou a construção dum dos templos do complexo, conhecido como Chot; lugar onde colocou um idolo de pedra, de cor verde, conhecido como Ñam Pallec. Até hoje, os habitantes locais temem e respeitam a Huaca ou Lugar Sagrado, pois pensam que, nas profundezas da terra, ainda estão Naylamp e os seus descendentes.

O Complexo Arqueológico de Túcume


A33 kmno norte da cidade de Chiclayo (20 minutos de automóvel) e aproximadamente a 1 km no leste do povoado de Túcume, (10 minutos de automóvel), se situa o Complexo Arqueológico de Túcume, cuja antiguidade remonta a 700 anos d.C. Segundo a lenda, foi fundado por Calac, descendente de Naylamp. Túcume ou o Vale das Pirâmides, como também a gente chama ele, está conformado por 26 pirâmides, entre as quais destacam a Huaca del Pueblo (Do Povo),La Raya, del Sol (Do Sol) e das Estacas. Oferecemos programas que incluem, além da riqueza arqueológica, degustações gastronômicas, experiências de curandeirismo, medicina tradicional e intercambios culturais.

Mais sobre Lambayeque - Chiclayo: